Capitão América

Capitão América é e sempre foi um supervilão



Novidades envolvendo um dos super-heróis mais conhecidos do mundo dos quadrinhos e dos cinemas podem chocar seus fãs. Na revista lançada na última quarta-feira (25) nos Estados Unidos, a história do Capitão América pode ter uma reviravolta e tanto.

O mocinho nunca existiu. Sim, o Capitão América não é um vilão, mas um supervilão, como afirma o atual roteirista do HQ, Nick Spencer.

“Rick Remender, o roteirista anterior da revista, começou a construir essa história da Hidra infiltrada em várias instituições governamentais e em superequipes. Então, comecei a perguntar quem seria a pior pessoa que poderia pertencer à organização? Era óbvio que ninguém poderia ser mais danoso e valioso para a Hidra do que Steve Rogers“, contou à “Entertainment Weekly”.

A segunda edição da revista vai explicar em detalhes essa “novidade”: “O que podemos dizer sem qualquer equívoco é que não se trata de um clone, um impostor, de controle da mente e ninguém no lugar de Steve. É realmente Steve Rogers, o Capitão América em pessoa”, completou Nick.

Vale ressaltar que a versão do HQ para os cinemas pode ou não seguir essa linha de narrativa. De acordo com Spencer, os estúdios produzem um longa a cada dois anos, já as revistas são mensais. Há também nas redes sociais uma campanha para que o Capitão América arrume um namorado.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.